Gazeta recomenda

Crocante e saboroso, o pastel é o queridinho da Feira do Largo da Ordem

Ao todo, 10 barracas da feirinha mais tradicional de Curitiba vendem pastel frito na hora aos domingos

  • Raquel Derevecki
  • 14/04/2019
  • 14:52
Crocante e saboroso, o pastel é o queridinho da Feira do Largo da Ordem O pastel frito se destaca entre os produtos oferecidos nas 1.293 barracas da Feira de Arte e Artesanato Garibaldi, no Centro Histórico de Curitiba

Crocante e com sabores que variam dos tradicionais queijo e carne até camarão e estrogonofe de jaca, o pastel frito é o queridinho entre as comidas oferecidas na Feira de Arte e Artesanato Garibaldi, mais conhecida como Feira do Largo da Ordem, em Curitiba. Ao todo, 10 barraquinhas oferecem esse produto aos domingos nas oito quadras entre as ruas São Francisco e Doutor Kellers, no Centro Histórico, e os visitantes fazem fila para experimentar os principais sabores.

A terapeuta ocupacional Giovana Casagrande, de 28 anos, é uma delas. Semanalmente, ela acompanha a mãe Simone Gonçalves até a feira com um propósito definido: comer pastel. “A gente só não vem quando está chovendo ou nos fins de semana em que estamos viajando”, relatam as moradoras do bairro Portão.

As curitibanas Giovana Casagrande e Simone Gonçalves não negam o tradicional "pastel de feira" no Largo da Ordem

>>> 20 cafeterias em Curitiba para comemorar o dia do café com até 20% de desconto

Assim como elas, o empresário Demerval Corteleti Junior, de 64 anos, também garante seu “pastel de feira” toda semana. “Faço isso há mais de 15 anos”, afirma o morador do bairro Jardim das Américas, que participa de um grupo de motociclistas no Largo da Ordem e garante o almoço na mesma barraca de pastel. “O pessoal dali até já me conhece”, afirma o fã do sabor queijo oferecido pela barraca da família Chamano, ao lado do Cavalo Babão.

Essa é uma das barracas de pastel mais antigas da feira e atende cerca de 600 clientes todos os domingos, das 9h às 14h. “Começamos a trabalhar com o pastel aqui no Largo da Ordem em 1991 e não paramos mais”, relata a comerciante Matilde Chamano de 57 anos, que oferece sabores tradicionais no valor de R$ 6 a unidade, e também opções especiais como o pastel de camarão por R$ 8.

A família Chamano trabalha com pastel na Feira do Largo da Ordem desde 1991

Quem não come carne ou procura um pastel com recheio diferente também encontra. Na barraca da comerciante Maria Barbosa de Oliveira, por exemplo, há pasteis de carne de soja e tofu temperado que atraem o público vegetariano, e também aqueles com recheio de pinhão para chamar a atenção dos turistas. “E fritamos tudo com óleo de soja não transgênico, que é mais saudável”, afirma a feirante de 52 anos.

Ali, os pasteis são oferecidos a partir de R$ 7 e conquistaram o paladar das agentes de saúde Silvana Silveira e Sonia Petry. Moradoras de Gaspar, em Santa Catarina, elas tiraram a manhã deste domingo (14) para conhecer a tradicional feira curitibana e não saíram de lá sem provar o pastel. “Como fritura nunca é a melhor opção, escolhemos um recheio mais saudável para equilibrar  gostamos”, afirmaram as visitantes, que provaram o produto com recheio de palmito.

A comerciante Maria Barbosa de Oliveira e sua equipe oferecem diversas opções de pastéis para o público vegetariano

Onde estão os pastéis da feira?

De acordo com o Instituto Municipal de Turismo, responsável pela organização da feira, as 10 barracas de pastel frito estão localizadas próximo à Igreja da Ordem, no início da Rua Kellers, na Praça Garibaldi e ao lado do Cavalo Babão. Todas elas passam por inspeções frequentes, possuem licença sanitária e seus responsáveis fizeram o Curso de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos para garantir higiene e qualidade aos produtos.

>>> Motivos para assistir a Orquestra Sinfônica do Paraná aos domingos de manhã

Tags

8 recomendações para você

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto