Gazeta recomenda

Museu de Curitiba tem obras de Picasso e visitação é gratuita

Obras foram produzidas no mesmo período de Guernica, importante pintura do pintor espanhol

  • Camila Machado, especial para a Gazeta do Povo
  • 19/04/2018
  • 19:06
Museu de Curitiba tem obras de Picasso e visitação é gratuita Gravura com o título "Sueño y Mentira de Franco", de 1937, de Pablo Picasso. Foto: reprodução.
Obras de Picasso no MuMA } Obras de Picasso no MuMA } Obras de Picasso no MuMA } Obras de Picasso no MuMA }

O Museu Municipal de Arte (MuMA), em Curitiba, guarda peças valiosíssimas. Entre elas, estão quatro obras do artista espanhol Pablo Picasso. São duas gravuras e duas cerâmicas. As gravuras fazem parte de uma coleção de 18 peças, datadas de 1937, a Sueño y Mentira de Franco (Sonho e Mentira de Franco, em tradução livre). Já as cerâmicas, uma ânfora e um jarro, se chamam Coruja e Fauno, respectivamente.

A história das raridades é bastante curiosa. Elas faziam parte do acervo pessoal de Poty Lazzarotto e Célia Neves Lazzarotto, esposa do artista paranaense. E foram doadas à Fundação Cultural de Curitiba (FCC) em 1986. Hoje, no MuMA, elas estão na sala Célia Neves Lazzarotto, juntamente com a Coleção Poty Lazzarotto.

>> Santuários que você precisa conhecer em Curitiba

As obras

Sueño y Mentira de Franco foi produzida na mesma época em que Guernica (1937), uma das mais famosas pinturas de Picasso. E, da mesma forma que ela, é carregada de discurso político. Na obra, o artista espanhol faz um manifesto contra a violência vivida em seu país durante a Guerra Civil (1936-1939) e o autoritarismo de Francisco Franco.

Também há cópias das gravuras de Sueño y Mentira de Franco em outros museus espalhados pelo mundo, como no Museo Picasso de Barcelona, em Barcelona; no Museu Stedelik, em Amsterdam; no Metropolitan Museum of Arte, em Nova York e no Museo Tamayio Arte Conteporáneo, na Cidade do México.

Já a Coruja e o Fauno mostram uma face pouco conhecida do pintor, a de ceramista. Segundo o coordenador do MuMA, Rodrigo Marques, elas foram produzidas em Vallauris, na França, no ateliê da reconhecida cerâmica Madoura.

Visitação

A visitação do MuMA é aberta ao público e gratuita. A mostra do acervo do Poty é permanente.

O MuMa fica na Av. Rep. Argentina, 3.432, bairro Portão. O horário de funcionamento é das 10h às 19h, de terça a domingo.

Conheça o MuMA

O MuMA completa no próximo mês três décadas de existência. Guarda aproximadamente 3.800 obras em seu acervo. Além da coleção de Poty Lazzarotto, também conserva e divulga coleções de Andrade Muricy, Mohamed Ali El Assal, Cleusa Salomão, Jorge Carlos Sade e Ben Ami. Também de artistas paranaenses como Dulce Osinski, Edilson Viriato, Eliane Prolik, Fábio Noronha, Geraldo Leão, Yiftah Peled, Jarbas Schünemann, Karina Weidle, Laura Miranda, Luciano Buchmann, Rogério Ghomes e Newton Goto.

LEIA MAIS

>> Trajano, Itupava, São Francisco, Coronel e Vicente: veja o perfil das ruas e escolha a sua

>> Mostra em Curitiba revela processo criativo de Portinari

Tags

8 recomendações para você

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto