Gazeta recomenda

O que fazer em Curitiba neste final de semana?

Primeiro final de semana de julho terá boas estreias no cinema, Stock Car, apresentações musicais e novos lugares para conhecer

  • Da redação
  • 30/06/2017
  • 10:51
O que fazer em Curitiba neste final de semana? Cena do filme Paris Pode Esperar. Foto: Divulgação.

O Guia Gazeta do Povo está aqui justamente para ajudar a responder essa pergunta que não quer calar: o que fazer neste final de semana? Por aqui, selecionamos algumas atrações imperdíveis neste primeiro fim de semana de julho – e tem para todos os gostos. Confira:

Reabertura do Bar do Fogo

O Bar do Fogo, tradicional reduto dos boêmios da Rua São Francisco (ele fica no número 148), está de cara nova. O bar foi todo reformado, ampliado e há novas artes nas paredes – além disso, agora a casa também tem um palco para apresentações musicais. Para comemorar a reabertura, haverá buffet livre de feijoada neste sábado (1º) a partir do meio-dia. O preço é R$ 35 por pessoa e haverá também a versão vegana disponível.

Corrida do Milhão

Atenção fãs de automobilismo: Curitiba recebe, pela primeira vez, a Corrida do Milhão da Stock Car. A prova, que dará R$ 1 milhão para o vencedor, terá largada às 10h30 deste domingo (2), no Autódromo de Curitiba. A corrida tem duração de 40 minutos e, entre os competidores estão Rubinho Barrichello (sim, ele mesmo), Cacá Bueno, Felipe Fraga (o atual campeão), Valdeno Brito, Bia Figueiredo, Thiago Camilo e Ricardo Zonta.

A prova terá ainda interatividade com o público por meio de uma votação popular. Funciona assim: pelo próprio site da Stock Car (www.stockcar.esp.br) é possível votar em três pilotos para ajuda-los a vencer. Na etapa do Milhão, seis deles serão premiados e vão ganhar um Hero Push adicional (push é o botão usado pelos pilotos para injetar potência no motor e aumentar a velocidade do carro).

Além desta corrida, o final de semana todo será movimentado no autódromo. O sábado terá treinos e corridas classificatórias durante todo o dia. Já no domingo, haverá provas como a Brasileiro de Turismo, Mercedes-Benz Challange e Copa Petrobrás de Marcas. Os ingressos custam a partir de R$ 40 e estão disponíveis no site da Tickets For Fun ou no local. Quem faz parte do Clube do Assinante Gazeta do Povo tem desconto de R$ 20.

Cooldown E-Sports n’Burgers

Com mais de 400 metros quadrados, o Cooldown E-Sports n’Burgers (Avenida Silva Jardim, 1145), que foi inaugurado na última quinta-feira (29), é uma hamburgueria com espaço dedicado a games. O ambiente do lugar lembra uma taverna rústica e há uma arena eletrônica com 12 computadores em cabines separadas. Lá, os visitantes podem jogar os games como League of Legends, Dota 2, Counter-Strike: Global Offensive, Overwatch e outros com os amigos ou alugar o espaço para competições profissionais. Já há algumas competições com data marcada,  inclusive – no dia 15 de julho rola o I Torneio de Dota 2 com premiação de R$ 3 mil.

Show da Virgínia Rodrigues

Virgínia Rodrigues está completando 20 anos de carreira e traz seu show comemorativo para o palco da Caixa Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 280) neste final de semana. A baiana se apresenta neste sábado (1º) e domingo (2) e o repertório será uma seleção dos seus maiores sucessos, entre eles os do seu disco mais recente, Mama Kalunga. O álbum, que saiu em 2015 e rendeu a ela o prêmio de Melhor Cantora de MPB no 27º Prêmio de Música Brasileira. Virgínia começou cantando em corais de igrejas católicas e protestantes – e acabou ganhando fama ao ser descoberta por Caetano Veloso durante um ensaio do grupo Olodum em 1997. Os ingressos custam R$ 20.

Três filmes, três diretoras

Três diretoras com perfis e histórias muito diferentes assinam as três melhores estreias do cinema nesta semana. A primeira delas é a comédia Paris Pode Esperar, que é o primeiro filme de ficção dirigido por Eleanor Coppola.  Aos 81 anos, esposa de Francis Ford e mãe de Sofia Coppola, criou um road movie divertido com um “quê” de roteiro de viagem com tudo o que há de melhor para desfrutar no sul da França. 

Na trama, Anne (Diane Lane) é uma mulher de meia-idade, casada com um famoso produtor de cinema Michael (Alec Baldwin). O casal em crise está na França quando uma sucessão de eventos cria a seguinte circunstância: Anne precisa ir até Paris e um dos sócios de seu marido, Jacques, se oferece para leva-la de carro. Se no início, Anne viaja a contragosto, ela vai se deixando aos poucos encantar pelas belezas da região.

Muito mais denso e pesado é o drama Mulher do Pai, o filme mais premiado no último Festival de Cinema do Rio (e selecionado para o Festival de Berlim deste ano). Filmado na fronteira do Brasil com o Uruguai, o longa mostra como uma jovem adolescente (a estreante Maria Galant) que está precisa lidar com a morte da avó, algo que a obriga a cuidar do pai que é cego (Marat Descartes). A chegada de uma mulher uruguaia (Verónica Perrota) transtorna a cabeça de ambos.

Para terminar, tem também o documentário da atriz Leandra Leal, Divinas Divas, que é sobre a primeira geração de artistas travestis do teatro brasileiro. Durante a ditadura militar (1964-1985), o teatro criado por seu avô Américo Leal foi um dos principais espaços para espetáculos de artistas como Brigitte de Búzios, Camille K, Divina Valéria, Eloína dos Leopardos, Fujika de Halliday, Jane Di Castro, Marquesa e Rogéria. O documentário mostra as alegrias e durezas de suas longas carreiras no showbiz brasileiro.

8 recomendações para você

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto