Gazeta recomenda

10 lugares perto de Curitiba que valem uma sessão de fotos

Não é preciso ir longe para visitar paisagens e lugares que valem uma sessão de fotos. Veja os dez lugares que o Guia Gazeta do Povo selecionou!

  • Gazeta do Povo
  • 11/07/2019
  • 13:13
10 lugares perto de Curitiba que valem uma sessão de fotos Estrada que leva à Colônia Witmarsum. Foto: Daniel Caron/Arquivo Gazeta do Povo

Não é preciso ir longe para visitar paisagens e lugares que valem uma sessão de fotos. O Guia Gazeta do Povo separou dez lugares que você pode visitar a aproveitar para registrar os bons momentos. Confira: 

Estrada da Graciosa 

Foto: Henry Milléo/Arquivo Gazeta do Povo 

A estrada da Graciosa, além de trazer belas paisagens, também carrega um pouco da história do Paraná. A PR-410 atravessa o trecho mais preservado da Mata Atlântica, marcado pelos belos riachos que nascem na Serra do Mar. Em 1993, parte do trecho da Serra foi declarada pela UNESCO como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Cada trecho da estrada tem sua beleza – desde o portal que anuncia o seu início, até as curvas que levam à Morretes e Antonina. 

Centro histórico da Lapa 

Foto: Arquivo Gazeta do Povo 

A 70 quilômetros de Curitiba, a cidade da Lapa é um passeio imperdível para quem gosta de história. A cidade foi palco do Cerco da Lapa, e as tropas de General Carneiro conseguiram parar a Revolução Federalista. Por lá é possível conhecer o centro histórico e suas casas coloridas, as primeiras do Paraná a serem tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Por lá também estão o Teatro São João, o Museu Histórico da Lapa, Panteão dos Heróis, Casa Lacerda e Casa da Memória. A entrada da cidade também reserva um monumento especial para o tropeiros que passavam pela região.

Passeio panorâmico de trem 

Foto: Divulgação

Desde março, o passeio de trem de Curitiba a Morretes – que já era lindíssimo e rendia belas fotos – ficou ainda mais instagramável. O novo vagão de luxo da Serra Verde Express, o Barão do Serro Azul tem uma varanda panorâmica de seis metros. O passeio custa a partir de R$ 235, pois é um vagão de luxo. 

Colônia Witmarsum 

Foto: Daniel Caron/Arquivo Gazeta do Povo 

Além de comer muito bem nas dezenas de opções de cafés coloniais que a Colônia Witmarsum oferece, é possível também conhecer a arquitetura típica e a história do povo alemão quando se faz essa visita. A colônia, que fica em Palmeira, a 60 quilômetros de Curitiba, guarda em seu museu um grande acervo de móveis, objetos, peças, roupas antigas, fotos e equipamentos usados pelos menonitas na época em que eles fundaram o espaço. Se você escolher visitar a Colônia Witmarsum em um domingo, também é possível acompanhar um culto menonita rezado em alemão.

Parque Estadual de Vila Velha

Foto: Arquivo Gazeta do Povo 

As formações rochosas que você pode encontrar no Parque Estadual de Vila Velha valem, sem dúvida, belas fotos. Algumas formações parecem animais, como a tartaruga e o camelo. A mais famosa, sem dúvida, é a Taça, que é símbolo da cidade de Ponta Grossa. Se você quiser aproveitar e conhecer os arenitos durante a noite, de tempos em tempos o parque oferece as caminhadas noturnas da lua cheia. 

Antonina 

Foto: Jonathan Campos/Arquivo Gazeta do Povo

A histórica cidade de Antonina também é um bom passeio próximo a Curitiba, no litoral do Paraná. Contornada por uma cadeia de montanhas na Serra do Mar, a cidade tem um belo cenário da Baía de Antonina. O centro histórico tem uma grande variedade de sobrados coloniais, junto às ruínas do antigo porto, que foi o que restou da época em que se escoava a erva-mate vinda do interior do Paraná.

Recanto dos Papagaios

Foto: Divulgação

O espaço fica entre as cidades de Palmeira e Balsa Nova, o Recanto dos Papagaios fica em um bosque de pinheiros, tem trilhas, churrasqueiras e uma piscina natural. O local abre diariamente, das 6h às 18h, e é disputado aos fins de semana. Lá os visitantes encontram a Ponte dos Papagaios, obra tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná. Construída em 1876 por imigrantes alemães, a ponte serviu como rota de tropeiros entre o interior e o litoral do estado. Ainda é possível cruzá-la.

Parque Histórico de Carambeí 

Foto: Divulgação 

O Parque Histórico de Carambeí remonta a história da imigração holandesa nos Campos Gerais. O museu foi inaugurado no centenário da imigração em 2011 e tem mais de 100 mil metros quadrados. O projeto busca resgatar e preservar o legado histórico deixado pelos imigrantes. Vale a visita e as fotos que você vai fazer por lá. 

Ilha do Mel 

Foto: Hugo Harada/Arquivo Gazeta do Povo 

Não há quem resista ao pôr-do-sol da Ilha do Mel. A visita à Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres, ao Farol das Conchas e a Gruta das Encantadas já vão valer as fotos da viagem. Além de uma bela sessão de fotos, você poderá aproveitar as melhores praias do Paraná. 

Santuário do Nhundiaquara 

Foto: Divulgação

O Santuário Nhundiaquara está localizado em Porto de Cima, em Morretes – aos pés do pico Marumbi – e tem 400 hectares de Mata Atlântica preservada. São 15 mil metros de trilhas ecológicas, que levam até o rio Nhundiaquara. 

LEIA TAMBÉM 

>>> Hotéis perto de Curitiba com até 40% de desconto para assinantes

>>> Terceira maior caverna do Paraná está a 30 km de Curitiba

8 recomendações para você

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto