Gazeta recomenda

6 coisas para fazer antes, durante e depois da Feira do Largo da Ordem

O Guia da Gazeta do Povo selecionou seis maneiras de tornar a experiência do passeio no Centro mais divertida

  • Sandro Moser
  • 30/05/2017
  • 10:25
6 coisas para fazer antes, durante e depois da Feira do Largo da Ordem Domingo é dia de "Feirinha" do Largo da Ordem. Veja algumas dicas do que fazer durante o passeio. Arquivo Gazeta do Povo

O programa favorito dos domingos em Curitiba é a Feira do Largo da Ordem. Criada há 44 anos como uma feira de artesanato, o local se transformou numa das instituições da cidade. Parada obrigatória para turistas, principalmente nas manhã de domingo.

A "feirinha", no entanto, tem uma série de atrações escondidas, paralelas ou próximas que podem tornar a experiência de visitá-la mais legal. O Guia da Gazeta do Povo listou sete coisas para fazer próximo à feira que irão tornar o passeio ainda mais agradável.

1- Ouvir música na roda de Choro e Seresta

O Conjunto Choro e Seresta é o mais tradicional e mais importante formação do gênero em Curitiba. Está na ativa desde 1978 e se apresenta todos os domingos como parte da Feira do Largo da Ordem.

2- Visitar a exposição dos 25 anos do Solar do Rosário

Para celebrar os 25 do espaço cultural Solar do Rosário abre neste domingo (21) a exposição "Solar do Rosário por seus Artistas", com grandes nomes da pintura paranaense e brasileira como Poty Lazarotto e Rogério Dias. E de quebra visite o centenário casarão marco da arquitetura do centro histórico de Curitiba.

3- Tomar um submarino no Bar do Alemão

O bar de comida alemã no coração do Largo da Ordem é sinônimo de boemia curitibana. Um passeio pela região nunca está completo sem experimentar (com moderação) o carro-chefe da casa o Submarino, feita com chope Pilsen e uma dose de steinhäger dentro de um pequeno caneco de cerâmica submerso no chope.

4- Aprender no Museu Paranaense

Dá para aproveitar o domingo para aprender sobre a história do Paraná. Toda ele está lá no Museu Paranaense no "Pavilhão da História do Paraná", que faz uma linha do tempo da pré-história até o início do século 1920. Sediado no Palácio São Francisco, o museu inaugurado em 1876, é o primeiro museu do Paraná e o terceiro do Brasil.

5- Conhecer a histórica Igreja da Ordem

A Igreja da Ordem Terceira de São Francisco das Chagas, mais conhecida como Igreja da Ordem, é a igreja católica mais antiga de Curitiba. Localizada no marco zero da cidade, conserva aspectos originais da sua construção luso-brasileira do século 18 e elementos neogóticos inseridos após reforma motivada pela visita de Dom Pedro II à cidade, em 1880. Serve como sede do Museu de arte Sacra. O relógio da fachada da Igreja da Ordem é motivo para uma das mais divertidas lendas urbanas (leia aqui) da cidade.

6- Almoçar comida paranaense no A Caiçara

A culinária caiçara é tradicional do litoral paranaense e feita com um toque contemporâneo e alimentos frescos do nosso litoral. Frutos do mar, farinha de mandioca, banana da terra e pupunha são alguns dos elementos que você encontra no cardápio assinado pelo chef Fredy Ferreira. O almoço no amplo quintal do restaurante é uma ótima maneira de arrematar o passeio de domingo na Feirinha.

8 recomendações para você

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto