cartão

Assinatura:

Gazeta recomenda

Grupo Rouge transbordou alegria e fez todo mundo dançar ao som de hits

Perrengues no palco e atrasos não impediram show inesquecível do retorno das queridinhas dos anos 1990

  • Da redação com informações de Gilson Garrett
  • 12/03/2018
  • 15:49
Grupo Rouge transbordou alegria e fez todo mundo dançar ao som de hits Registro do show em Curitiba. Foto: Lucas Sarzi/Tribuna
Como foi o show do Rouge em Curitiba } Como foi o show do Rouge em Curitiba } Como foi o show do Rouge em Curitiba } Como foi o show do Rouge em Curitiba } Como foi o show do Rouge em Curitiba } Como foi o show do Rouge em Curitiba }

Onze anos não fizeram o amor dos fãs (nem delas mesmas) desaparecer. A volta do grupo Rouge, que se apresentou em Curitiba na última sexta-feira (09), mostrou que todos continuam “possuídos pelo ritmo ragatanga”. No setlist, os principais hits como “Não Dá Pra Resistir”, “Beijo Molhado”, Anjo”, “Popstar”, Brilha La Luna”, “Ragatanga” e o novo single “Bailando”.

Assim como as apresentações no Rio de Janeiro e São Paulo, o clima das duas horas de show, que começou com uma hora de atraso depois de uma contagiante contagem regressiva, a meia noite, era de “come in back” (retorno). Para o público, duas horas de música para dançar e cantar junto.

  • confira o setlist do show:

Setlist

LEIA MAIS:

<< CeeLo Green é headliner internacional do Coolritiba 2018

<< Agenda de shows tem apresentações nacionais e internacionais em Curitiba no mês de março

<< Peças que homenageiam Shakespeare para ver no Festival de Teatro

É como se o público e as integrantes Aline Wirley, Fantine Tho, Li Martins, Lu Andrade e Karin Hils quisessem viver mais uma vez o momento que embalou as principais festinhas de 2003, assim que as meninas ganharam o talent show Popstars, transmitido pelo SBT. Elas sobem ao palco para dançar e ver os outros felizes e alegres.

A certeza de que estão fazendo um bom trabalho transparece a cada passo. Hoje, as integrantes são mulheres mais seguras e que, diferentemente do primeiro momento da carreira, tem total segurança, certeza e vontade de fazer o que estão realizando. Para quem é fã, é como se elas tivessem voltado para a primeira fase da carreira, antes da saída da integrante Luciana – o primeiro abalo do Rouge.

Nada pode as deter

Assim que subiram ao palco, enquanto cantavam “Blá, blá, blá”, a primeira música do show, o figurino de Karin abriu inteiro. Ainda no palco tentaram arrumar, mas ela precisou se trocar. Nada que abalasse a apresentação, a cantora se trocou com o auxilio do staff na coxia – enquanto cantava! A potência vocal é outra marca do show: elas estão com tudo! O número de ingressos vendidos não foi divulgado, mas a casa não estava lotada.

Tags

Deixe sua opinião

Mais lidas do Guia

Quem tem

tem descontos

Garanta já seu desconto