Guia Gazeta do Povo

Região:
Restaurantes
Publicidade

Velho Madalosso

Serviço

Especialidade: Massas/rodízio

Telefone: (41) 3273-1014

Site: www.velhomadalosso.com.br

E-mail: eventos@velhomadalosso.com.br

Horário de funcionamento: 
Terça a sexta: 11h às 15h30 e 19h às 23h30
Sábado e domingo: 11h30 às 16h e 19h às 23h30
Segunda: não abre

Formas de pagamento: Aceita dinheiro. Aceita cartões de crédito American Express, Diners, MasterCard e Visa. Aceita débito automático Redeshop e Visa Electron. Aceita Smart VR, Sodexho Pass, Ticket Restaurante Eletrônico e Visa Vale

Descrição: É o primeiro da família Madalosso. Serve pratos da gastronomia tradicional italiana no sistema de rodízio, com destaque para as massas como lasanha na manteiga e nhoque de rúcula com tomate seco, nhoque de batata-salsa, caneloni Romeu e Julieta, risotos, frango à passarinho, polenta frita e maionese, entre outros. Nas noites de terça, o serve carneiro assado. O Velho Madalosso também conta com uma adega com mais de 200 rótulos de nacionalidades variadas

Acesso para deficientes: Dispõe de elevador na entrada do restaurante. Tem rampa de acesso com auxílio de corrimão. Tem banheiro adaptado

Entrega em domicílio: Não faz

Estacionamento: Tem estacionamento gratuito para 200 veículos. Vagas não cobertas. Não tem manobrista. Tem segurança

Última atualização: 22/07/2014
Horários, preços e formas de pagamento estão sujeitos a alteração sem aviso prévio

Localização

Endereço: Av. Manoel Ribas, 5852, Santa Felicidade, Curitiba, CEP: 82020000

Foto: Arnaldo Alves/Gazeta do Povo

+ ampliar imagem

      • NOTÍCIAS MAIS COMENTADAS
      • QUEM MAIS COMENTOU
      • gleice barbosa | 28/04/2012 | 16h13

        Sou do Rio de Janeiro e nos dias 07 a 09 de abril do corrente ano estive em Curitiba a passeio. Fui no restaurante "Velho Madalosso" às 19h do dia 08.04 (domingo). Ao chegar, pedi informações à recepcionista que sequer me respondeu. Fiquei esperando cerca de 15 minutos até perguntar a um garçom que passava se já poderia me sentar à mesa. Já na mesa, ficamos esperando o atendimento, que só começou às 19h40 minutos. Tendo em vista a falta de atenção da recepcionista e atraso de 40 minutos para começarem a servir o rodízio, disse ao garçom que não pagaria os 10% cobrados na conta (que, como todos sabem ou deveriam saber, é facultativo!). Para a minha surpresa e indignação, o garçom perguntou em alto e bom som se não estava pagando os 10% porque não tinha dinheiro! Após, mais uma vez, falou em alto e bom som para outros garçons, na frente de todos no restaurante: "Essa aqui não pagou os 10%", o que fez com que todas as pessoas nos olhassem. Tal foi o constrangimento que passamos, que fui me queixar com a recepcionista, para que a mesma levasse ao gerente o ocorrido. Nesse momento, surgiram três garçons que ficaram tentando me intimidar, chegando ao ponto de me seguirem até o carro. Realmente nunca esperei passar por esse tipo de constrangimento, muito menos num restaurante tão afamado como esse ... Essa, infelizmente, foi a única lembrança ruim e amarga que levei de Curitiba!